Por que o 1º de abril é o dia da mentira?

Há muitas explicações sobre a origem do dia da mentira. A mais convincente diz que a brincadeira surgiu na França. Desde o começo do século XVI o ano novo era comemorado em 25 de março, com a chegada da primavera. As festas, que incluíam trocas de presentes, duravam uma semana, terminando em 1º de Abril. Mas, em 1582, com a adoção do calendário gregoriano, o rei da França decidiu que o ano novo deveria ser comemorado mesmo em 1º de janeiro. Os franceses que resistiram à mudança, ou a esqueceram, mantiveram o antigo costume. Os gozadores começaram a ridicularizar esse apego enviado aos conservadores presentes estranhos e convites para festas inexistentes. Com o tempo, a brincadeira firmou-se na França, de onde, duzentos anos depois, migrou para Inglaterra e daí para o mundo.

Infelizmente, “a mentira é muita vezes tão involuntária como a respiração”. (Machado de Assis)

Por isso, Cristão, cuidado. Pois, como diz Santo Agostinho: “Não há mentira, apesar do que se diz, sem intenção, desejo ou vontade de enganar”.

“Que o ódio e a mentira deem lugar ao amor e à verdade”. (Papa Francisco)

Feliz Páscoa e uma santa semana a todos!

Paz e Bem!

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s